Voar para Longe

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Suiça (Lausanne, Yverdon-Les-Bains e arredores)


Partida: do Aeroporto de Lisboa


Data: dia 18 de Julho de 1994 (2ª feira)

Vôo da Tap: TP 524 - Boeing 737-300

Partida do avião: 14h15


Destino: Geneva - Suiça






Chegada: ao Aeroporto de Geneva

Chegada do avião: 16h15

Duração da Viagem: 2h

Diferença horária: + 1h



Partida: do Aeroporto de Geneva

Data: dia 18 de Julho de 1994

Comboio: 2ª Classe


Destino: Yverdon-Les-Bains


Estadia: Em casa da minha correspondente suiça:

Rue de Neuchâtel, 52

1400 Yverdon-Les-Bains


Duração da Estadia: 6 dias



Passeios e Visitas

Lausanne

Capital do cantão de Vaud. Cidade agradável e cosmopolita, em que reina uma doçura de viver que apreciam os estudantes da sua Universidade e a alta sociedade, seduzida pelas prespectivas sobre o Lago Léman e os Alpes. Os seus bairros novos fazem contraste com as velhas ruas estreitas e inclinadas que conduzem à catedral.


Lago Léman

O Lago Léman ou Lago de Genebra (em francês lac Léman ou lac de Genève) é o segundo maior lago da Europa Ocidental. Situa-se entre a França e a Suiça— a fronteira passa no meio do lago.





Catedral de Lausanne

A Catedral protestante Nossa Senhora de Lausana foi construída na colina do centro urbano na segunda metade do século XIII, de onde domina toda a vista da cidade de Lausanne.
De estilo predominantemente gótico, foi consagrada à Virgem Maria em 1275 na presença do Papa Gregório X. Com a Reforma Protestante, o edifício foi dedicado em 1536 ao culto calvinista.







Castelo de St Maire

Neste edifício do século XV em tijolos e pedras residiam os bispos de Lausanne. Actualmente é a sede do governo cantonal.


Les Escaliers du Marché

No cimo das "Escadas do Mercado" existe o restaurante "Le Barbare" onde eu e a minha amiga suiça almoçamos.


Ouchy

Le front du Lac de Lausanne. Constitui um centro hoteleiro muito reputado e um lugar de passeio muito estimado pelos Lausaneses.

Museu de l'Élysée

Uma grande moradia do fim do século XVIII, com uma fachada côncava e esculpida cercada por um parque agradável e sombreado que descende até aos cais do lago Léman, abriga um museu de fotografia, apresentando importantes exposições temporárias de fotos dos séculos IXX e XX.





Bilhete do autocarro de Ouchy para o Centro de Lausanne


Yverdon-Les-Bains

Localizado no centro da parte de língua francesa da Suíça, "la Romandie", no coração de um ajuste natural formado pelas cúpulas da cadeia montanhosa do Jura Vaudois, a vasta planície do Orbe, as colinas do broye e as águas do lago de Neuchâtel, Yverdon-les-Bains é hoje a segunda mais importante cidade no cantão de Vaud. É um importante centro regional de comércio, turismo e conferências, que floresce num ambiente onde a ênfase está na diversidade e qualidade de vida. No centro da cidade uma vasta zona pedonal que leva lazer através das áreas comerciais e ao passado histórico da cidade. Cidade da arte e da história, Yverdon-les-Bains é abençoada com uma rica herança de mais de 6'000 anos. Yverdon-les-Bains ostenta um dos mais importantes centros termais, na Suíça, com águas que brotam de uma profundidade de 500 m.




Place Pestalozzi

É a praça principal de Yverdon



Centre Thermal

É constituído por 3 piscinas: duas aquecidas a 34 graus (uma delas coberta) e uma a 28 graus com banhos circulares e uma cascata.



Castelo e Museu de Yverdon


O Castelo data do século XIII. Foi construído em 1260 no lugar de uma fortaleza inacabada. O seu papel principal era defender a cidade. É um exemplo fino de uma fortaleza em forma de quadrado do tempo de Pierre II de Sabóia, com as suas quatro torres nos cantos e corredores conectores. Foi 2 vezes vítima de fogos - acidentalmente em 1378 e como resultado de uma agressão em 1476 durante as guerras Burgundianas.



O Museu contém colecções da história local desde a pré-história. A fauna regional está igualmente representada. Numa das torres, uma sala é dedicada ao educador ilustre, Pestalozzi.

Maison d'Ailleurs

Museu de ficção científica, da utopia e das viagens extraordinárias. Fica situado em frente ao Castelo.



Lago de Neuchâtel e Passeio no Y-Mouche

O lago tem 38 km de comprimento e 8 de largura. É muito abundante em peixe. Os canais (utlizados por serviços de navegação e de lazer) ligam-no aos lagos de Bienne e de Morat.





Rio La Thièle

A entrada no Lago de Neuhâtel é feita pelo rio La Thièle. Neste rio vivem muitos cisnes.




Praia de Yverdon

Praia de Yverdon


Martigny



Dentro do comboio para Martigny passei pelo Castelo de Chillon


Castelo de Chillon

Construído no Lago Léman sobre um ilhéu rochoso por volta do século IX. Tomou o seu aspecto actual em meados do século XIII.



Fundação Pierre Gianadda

Centro Cultural criado por Léonard Gianadda em memória do seu irmão, que morreu num acidente de avião em 1976. Esta Fundação apresenta exposições temporárias de qualidade ilustrando a obra de artistas prestigiados como Goya, Renoir, Picasso, Matisse, Rodin, Chagall, Degas, etc.





Sainte-Croix






Museu CIMA
Museu de Autómatos e de Caixas de Música






Grandson

Situada perto da extremidade ao sul do lago de Neuchâtel, a pequena vila de Grandson desenvolveu-se em 1476, sob os muros do Castelo.



Castelo

A primeira construção começou em princípio do século XI, mas o Castelo, tal como os turistas o conhecem hoje, data do século XIII. Muito venerável com as suas muralhas altas e as suas grossas torres redondas, ocupa um lugar notável nas margens do lago de Neuchâtel. No interior, salas históricas e colecções de armas antigas. Nas salas do subsolo, o museu do automóvel apresenta uma interessante colecção de modelos antigos.




Igreja de St. Jean-Baptiste
Edifício meio romano, meio gótico.



Partida: da Estação de comboios de Yverdon

para o Aeroporto de Genéve

Data: dia 24 de Julho de 1994 (Domingo)
Partida do Comboio: 14h18


Partida: do Aeroporto de Genéve
Data: dia 24 de Julho de 1994
Vôo da Tap: TP 523 - Boeing 737/300
Partida prevista: 17h15
Houve um atraso de 2h por causa de uma greve na Air France
Partida do avião: 19h30


Chegada: ao Aeroporto de Lisboa
Data: dia 24 de Julho de 1994
Chegada do avião: 21h35
Duração da viagem: 2h05

7 comentários:

Angel of Light disse...

Aha, eu bem parecia que havia uma greve qualquer... com que, pois...

Bem acabo de aterrar na Suiça e lá se vai a linha por causa dos chocolates!!! E a culpa é tua, viste? Quando regressar quero ir para um spa na Austria, está bem? E com tudo incluido!! Senão não viajo mais com a PA (olha, ainda não me tinha saído com a abreviatura...hihihi...) Vou antes de VASSOURA...hihihi...

Adorei as fotos, como sempre. Deve ser muito bonita a Suíça. Tu és uma sortalhuda, heim?

Fica bem.

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!

Pena disse...

Doce e Linda Amiga:
Um conjunto de belas e majistrais fotos de encanto e beleza.
Expressas e vivendo com sinceridade.
Este país deve ser verdadeiramente fascinante e acolhedor pela beleza das imagens e, de certeza, das suas gentes.
Lindas, Lindas,!!!!!!!!!!!!
Adoraria ir já para lá.
Conseguem prender a atenção. Não destaco nenhuma, mas todas sem excepção.
Um País pura e simplesmente admirável como a minha doce amiga Pipinha.
Os meus sinceros parabéns.
Deixou-me perpelexo a sonhar, a sonhar!!!!!!!!
Beijinhos e, se me der oportunidade regressaraei aqui.
Gosto do seu maravilhoso espírito aventureiro, conhecedor e doce.
Selecciona sempre o que mais a impressiona. O que mais a encanta e merece a sua atenção a que se dedica de corpo e alma gigantes.
É uma pessoa sensacional.
Beijinhos amigos que respeitam e estimam

pena
SENSACIONAL! ADOREI!

susana disse...

Bem...que explicação tão pormenorizada, amei mesmo! Fiquei com uma vontade enorme de ir visitar os locais que recomendas. Obrigado pela visita ao meu cantinho e acredita que vou voltar! Quando comecei a visitar a Kakauzinha(que eu adoro) foi por causa de uma viagem que a filhota dela tinha feito. Eu adoro viajar, fico doida e não durmo nos dias que antecedem a viagem. Beijocas

Cacau disse...

uiaa.. que legal.

Fotos lindas, descrições que me deu vontade de ir visitar a Suiça.

Tenho poucas oportunidades de viajar assim, a maioria das viagens que fiz não foram a passeio. Agora posso viajar por aqui. rs

Bjos

Nilson Barcelli disse...

Adorei viajar contigo até lá baixo... principalmente pelas cidades que já conheço (Brasil, Venezuela e Inglaterra nunca fui...).
Só podes ser uma pessoa extremamente metódica para guardares até hoje bilhetes, postais, etc.
Para além disso cada relato de viagem está muito bem estruturado.

Beijinhos.

lurdeskida disse...

Conhço muito bem Essa zona da Suiça principalmente Geneve e lausane.Tenho as minhas sobrinhas a viverem em Genéve e tenho amigos em Lausane.Costumo ir muitas vezes e adorooooooooooooo,a tentação dos chocolates é que é piorrrrr,beijinhos e boas viagens kida!!!

LÍVIAN KARLINY PALMEIRA DÜRR disse...

LINDA VIAGEM.


LÍVIAN KARLINY PALMEIRA DÜRR
BRASILEIRA SUÍÇA DESCENDENTE
(SEM DUPLA NACIONALIDADE)