Voar para Longe

domingo, 11 de maio de 2008

Itália (Veneza, Florença e Milão)


Partida: do Aeroporto de Lisboa

Data: dia 19 de Março de 1989 (Domingo)

Vôo da Tap: TP 766 - Boeing 727


Partida do avião: 11h35

Destino: Milão - Itália




Chegada: ao Aeroporto Forlanini (Linate)


Chegada do avião: 13h05
Duração da viagem: 2h30
Diferença horária: + 1h


Partida: da Estação Central de Milão
Data: dia 19 de Março de 1989
Partida do Comboio: 16h00
Distância da viagem: 267 km




Destino: Veneza - Itália




Chegada: à Estação de Veneza (Sta. Lucia)

Chegada do comboio: às 19h00

Duração da viagem: 3h



Estadia: Hotel Eden - Veneza


Duração da Estadia: 2 dias




Passeios e Visitas

Não há nada igual a Veneza no mundo, apesar das imitações. As suas ruas, na maioria, são canais estreitos onde circula quase que toda a vida da cidade: o vaporeto (autocarro), o barco-polícia, o barco-ambulância, os barcos de entrega de mantimentos, os barcos-taxi e as românticas gôndolas. Veneza é uma cidade que desperta paixões. Durante séculos, os seus habitantes construíram as suas casas sobre estacas enterradas no lodo da laguna, transformando os canais em ruas e avenidas. Nasceu assim uma cidade-estado que viveu no fausto de uma porta privilegiada dos viajantes que chegavam à Europa vindos do Oriente. É esse passado de riqueza que hoje justifica a visita à cidade flutuante. É formada por 117 ilhas; 150 canais e 400 pontes. As ligações com o Oriente estão bem patentes em símbolos arquitectónicos da cidade. A Igreja de São Marcos não esconde as grandes influências bizantinas que testemunham os contactos próximos entre a cidade dos dodges e a capital do Império Romano do Oriente (actualmente Istambul).




Praça de S. Marcos

Grande praça cercada por museus e prédios históricos.



Basílica de S. Marcos

Construída entre 1063 e 1094, a Basílica de São Marcos é o símbolo de Veneza, para não dizer o espelho da cidade e do seu esplendor, já que a sua história está intimamente ligada à cidade. No início foi construída para ser a capela dos dodges, testemunhando o poder e a riqueza da cidade, tendo por isso sofrido obras de ampliação em três épocas distintas. É a mais famosa das igrejas de Veneza e um dos melhores exemplos da arquitectura bizantina.




O Grande Canal

É o maior e mais importante canal da cidade. Tem 3800 metros de comprimento. Forma a maior via aquática de tráfego da cidade. Cortando a maior parte da cidade, tem seu "início" na laguna perto da estação de comboios, fazendo uma curva em formato de grande "S" pelos distritos centrais e termina junto à Basílica de Santa Maria della Salute, próximo à Piazza San Marco, possuindo uma profundidade média de cinco metros.





Viagem de Gôndola

Para melhor disfrutar da beleza de todo o canal viaja-se através dele numa gôndola, que se aluga perto da Praça de S. Marcos.




Ponte de Rialto

A Ponte de Rialto é ponte mais velha sobre o Grande Canal. Ela foi formalmente a única ligação permanente entre os dois lados do Grande Canal. Esta ponte é uma grande obra-prima da arquitectura pela sua forma de arco, e contribui para fazer a maravilhosa visão do Grande Canal. A Ponte Rialto apresenta duas fileiras de lojas nas três escadas cortadas pela catedral central, suportada por colunas doricas.




Ponte dos Suspiros

De estilo barroco, esta ponte atravessa o rio do Palácio. Une o Palácio Ducal com o prisional.




Palácio Ducal

(palácio dos Doges)

Mostra o poder e a glória de Veneza do século XII, com obras belíssimas de Hyeronimus Bosch, Bellini, Carpaccio, Veronese, Tiziano e, principalmente, Tintoretto, com sua obra "Paraíso", uma das maiores composições do mundo, sobre o trono do Doge.




Ca D' Oro

O Ca' d'Oro é um notável edifício de Veneza, que actualmente alberga um museu.



Igreja Dominicana de S. João e Paulo

É um belo exemplar da arquitectura gótica veneziana, foi construída de 1246 a 1430.

É o Panteão dos heróis venezianos.




Partida: da Estação de Veneza (Sta Lucia)

Data: dia 21 de Março de 1989 (3ª feira)

Partida do comboio: às 10h25

Distância da viagem: 257 km




Destino: Florença - Itália



Chegada: à Estação de Florença (Sta Maria Novella)
Chegada do comboio: 13h55
Duração da viagem: 3h15

Estadia:



Duração da Estadia: 2 dias



Passeios e Visitas

Florença, capital da Toscana, foi durante muito tempo considerada a capital da moda , e uma das cidades mais belas do mundo. Às margens do rio Arno, Florença é uma das mais belas e importantes cidades históricas da Itália. Foi o berço da Renascença e de artistas que influenciaram toda a cultura ocidental, como Dante Alighieri e Michelangelo.




Piazza Del Duomo
É o centro da cidade



Catedral Sta Maria del Fiore
Notabilizada pelo seu monumental duomo (ou cúpula) - obra do célebre arquitecto renascentista Brunelleschi- e pelo campanário, de Giotto, é uma das obras da arte gótica e da primeira renascença italiana, considerada de fundamenal importância para a História da Arquitectura, registro da riqueza e do poder da capital da Toscana nos séculos XIII e XIV. Seu nome (cuja tradução é Santa Maria da Flor) parece referir-se ao lilium, símbolo de Florença.





Baptistério de S. João Baptista (séc. XI)

Na Piazza del Duomo, é a construção mais antiga de Florença. Local onde Dante Alighieri foi baptizado.



O Capanário de Giotto

Fica ao lado da Catedral. Tem uma torre de 82 metros.



Igreja de Sta Maria Novella

Situa-se no noroeste da parte antiga da cidade, na piazza de mesmo nome, quase junto à principal estação ferroviária florentina.





Igreja de Sta Croce
É o Panteão Nacional



Igreja de S. Lourenço (séc. IV)




Galeria da Academia
Onde está a esculptura de "David" de Michelangelo


Palazzo Uffizi e Galeria Uffizi


Onde estão trabalhos importantes de Botticelli:

"O Nascimento de Vénus"



"A Alegoria da Primavera"



Palazzo Vecchio
Era a residência dos goernadores de Florença, os Médici.



Ponte Vechhio

Existem casas e lojas em cima desta ponte.




Partida: da Estação de Florença
Data: dia 22 de Março de 1989 (4ª feira)
Partida do comboio: 18h30
Distância da viagem: 316 km


Destino: Milão - Itália
Chegada: à Estação de Milão (Milano Centrale)
Chegada do comboio: às 21h15
Duração da viagem: 3h


Estadia: Hotel Esperia e Corona
Via Carlo Tenca, 21
Milano


Duração da estadia: 2 dias



restaurante onde comi as deliciosas "pastas italianas" Mmmmmm!


Passeios e Visitas

Milão é, desde a Idade Média, um grande centro comercial, industrial e financeiro a nível europeu. Actualmente é a cidade mais rica da Itália, tendo simultaneamente cerca de 4,5 milhões de habitantes.


Catedral séc. XIV


La Scala


É uma das mais famosas casas de ópera.
O Teatro alla Scala foi construído por determinação da imperatriz Maria Teresa da Áustria, para substituir o Teatro Regio Ducale, destruído por um incêndio em 1776.



bilhete do autocarro de Milão para o Aeroporto



Partida: do Aeroporto Forlanini (Linate)
Data: dia 24 de Março de 1989 (6ª feira)

Vôo da Alitalia - AZ 1496

1ª Classe - "Navigator Class"

Partida do avião: 12h10



Chegada: ao Aeroporto de Lisboa
Chegada do avião: às 14h (hora local)

Duração da viagem: 2h30

2 comentários:

Pena disse...

Oh, Amiga Doce Pipinha:
Que "coisa" linda e encantadora escreveu. Como me lembro deste conjunto de imagens tão bem. São fascinantes. Recordo-as ao pormenor e estão tão magnificamente retractadas.
Parabéns, doce amiga Pipinha.
Lindo!!!!!!!!!!!!!!!!
Afinal, a "minha" Veneza é igualzinha à "sua" Veneza de sonho.
Incrível de beleza e deslumbre.
Adorei!
Parece que ainda estou lá, acredite?
Maravilhoso o que fez.
Beijinhos de amizade pura e linda.
Sempre a estimá-la e a respeitá-la

pena
É encantadora!

Angel of Light disse...

Querida amiga... que rica viagem. Sim senhor. Veneza deve ser, realmente mágica... ai, ai...

Fico muito feliz por nos dares oportunidade de conhecer o mundo, um pouquinho mais. Que continues a levar-nos para muitos outros sítios deste magnífico planeta onde aterrámos...

E agora me vou... para comer uma belíssima pasta italiana...

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!